Seguradora e corretora: o que cada uma delas pode fazer pelo seu patrimônio

Que seu patrimônio precisa estar protegido, não há dúvidas! Mas, ainda existem algumas perguntas que deixam muita gente confusa. Afinal, o que é uma seguradora e o que é uma corretora de seguros?

O que cada uma delas pode fazer por você para garantir que seu patrimônio esteja sempre resguardado contra qualquer imprevisto? A seguir você vai entender melhor.

Diferença entre seguradora e corretora de seguros

Para tornar o entendimento mais fácil, vamos fazer uma analogia. Existem as montadoras de automóveis, que criam e fabricam eles, certo? Existem também as revendas e concessionárias que vendem os carros de diversas montadoras.

Cada montadora tem vários tipos de carros, com muitos acessórios, sempre com um diferencial. O papel da concessionária, do vendedor de carros, é encontrar dentre todas as opções de várias montadoras, aquela que melhor se encaixa em seu perfil.

O mesmo acontece com seguradoras e corretoras. A seguradora é como uma montadora de veículos. Ela cria o produto e será a responsável por pagar ao segurado a indenização em caso de sinistro.

As seguradoras são empresas autorizadas pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) a assumir os riscos e indenizar o segurado caso ele sofra algum prejuízo ou o cause. Assim, criam diversos tipos de apólices, pensando em coberturas que podem ser combinadas para proteger da melhor maneira possível.

Da mesma forma que você não vai diretamente a uma montadora para comprar seu carro, também não precisa ir diretamente à seguradora para contratar sua apólice. Isso deve ser feito por meio de uma corretora de seguros.

Uma corretora de seguros é uma empresa (pode ser uma pessoa física também), que é autorizada pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) a comercializar os produtos das seguradoras.

O que uma corretora e um bom seguro podem fazer por você?

A principal atribuição de uma corretora de seguros é intermediar o processo de contratação de um seguro, analisando o perfil do segurado, os riscos aos quais ele está exposto, buscando, assim, o plano mais adequado, levando em conta o custo benefício e todas as vantagens e proteções presentes na apólice.

Os corretores (sejam pessoas físicas ou jurídicas) possuem atividade regulamentada pela Lei 4.594 de 29 de dezembro de 1964. Eles são os representantes legais dos clientes, intercedendo por eles perante a seguradora. Inclusive, possuem amplo conhecimento sobre as cláusulas específicas e os pormenores de cada produto, podendo prestar todo o suporte necessário quanto à contratação, renovação, sinistro, dentre outras especificidades.

Independente de qual modalidade de seguro você optar, é obrigatória a presença de um corretor de seguro para representá-lo perante a seguradora e intermediar todo o processo.

Mesmo quando há a contratação online, até mesmo por inteligências artificiais que auxiliam no processo, sempre há um corretor de seguros responsável por todos estes clientes, habilitado para prestar apoio quando necessário.

O segredo, portanto, é aliar bons corretores a uma seguradora competente e sólida, que possa arcar com todas as suas obrigações e que ainda conte com seguros completos, apólices bem estruturadas e um processo desburocratizado.

Qual a corretora de seguros ideal?

Agora que você já sabe a diferença e o que faz uma seguradora e uma corretora, é importante que você saiba como escolher a melhor corretora de seguros para ajudar você a proteger seu patrimônio.

Para fazer uma boa escolha, preste atenção nestas três vantagens que só uma boa corretora de seguros poderá lhe oferecer: atendimento personalizado, melhor preço e assistência integral mesmo após a compra.

Se sua corretora apresentar estas três características e conseguir fazer uma boa avaliação do seu perfil, indicando um seguro completo para as suas necessidades, você poderá ter a certeza de que seu patrimônio vai estar seguro contra qualquer imprevisto, garantindo o bem-estar de toda a sua família.